• Felipe Schadt

O Jeitinho assassino

Atualizado: 12 de Fev de 2019


Beideira a meio mastro e Flamengo de luto no Ninho do Urubu (Foto: tnh1.com.br)

Ontem mesmo eu havia escrito um texto sobre morte. Juro que não sou fã do tema, mas não dá pra não falar do que aconteceu hoje no Ninho do Urubu, centro de treinamento do Flamengo. O incêndio que causou a morte de pelo menos 10 pessoas aconteceu em um dos alojamentos do CT. O problema é que o alojamento era uma construção irregular, pois a prefeitura do Rio só tinha dado permissão para o Flamengo construir um estacionamento no local (1), mas parece que deram um jeitinho.


O improviso, o jeitinho e o “dá pra fazer” é uma marca registrada do brasileiro. A glamouralização da malandragem nos faz pensar que nossa criatividade em conseguir fazer as cosias, mesmo que fora de padrão, é uma virtude incontestável. E tudo isso com um único propósito: levar vantagem. Mas esse jeitinho causou mais um estrago no cotidiano nacional. Bom, vocês sabem como gosto de exemplos. Vou mostrar alguns.

A cidade de Brumadinho, em Minas Gerais, entrou para a história por ter enterrado mais de 400 pessoas debaixo da lama por causa de irregularidades na barragem da Vale. Barragem esta que teve atestado de estabilidade de engenheiros de uma empresa contratada pela própria mineradora (2). Sem contar o caso de Mariana, que foi muito parecido com a atual tragédia.


Na capital paulista não houve tragédia por pura sorte. Mas poderia (e ainda pode) ter uma das grandes. O viaduto da Marginal do Rio Pinheiros está interditado pois está literalmente caindo. E não foi por falta de aviso. Três meses antes do acidente, o DER (Departamento de Estradas de Rodagem) avisou a prefeitura que não adotou as medidas necessárias para consertar o viaduto antes do ocorrido. Agora, oito viadutos estão passando por vistorias estruturais. Então não fique surpreso se a qualquer momento você receber a notícia de uma tragédia no transito de São Paulo (3).


Nessa semana, no Rio, pessoas morreram por causa das fortes chuvas que castigaram o estado fluminense. Casas desabaram arrastando pessoas para a morte e a um trecho da Ciclovia Tim Maia foi ao chão, bem próximo de um trecho da mesma ciclovia que havia desabado em 2016. Seis pessoas morreram no Rio por causa do temporal. (4)

Por fim, o caso mais recente. Um alojamento pega fogo e 10 pessoas morrem. O espaço que servia como alojamento das categorias de base do Flamengo não poderia estar ali. Era uma construção irregular. Um puxadinho. O Flamengo não tinha autorização para tal obra e mesmo assim a fez. Resultado: tragédia.


O caso no Ninho do Urubu foi só mais um prego no caixão. Essa nossa mania de improvisar está nos custando caro. As tragédias de Mariana e Brumadinho não poderiam ter sido evitadas se houvesse uma construção eficaz das barragens? Os viadutos de São Paulo precisam cair para que as autoridades comecem a agir em sua recuperação? Quem autoriza a construção de imóveis e obras em locais de risco iminente para a população? Será que se houvesse um alojamento regularmente construído no CT do Flamengo, essas dez pessoas ainda estariam vivas? Quem levou vantagem nesses casos?


Acredito que todas as respostas passam por uma lógica muito simples. O jeitinho tem que parar ou vai continuar nos matando.


Conhecimento é Conquista

-FS


Fontes:

1. https://www1.folha.uol.com.br/esporte/2019/02/flamengo-so-poderia-usar-area-incendiada-do-ct-como-estacionamento.shtml


2. https://www.em.com.br/app/noticia/gerais/2019/02/07/interna_gerais,1028734/engenheiros-e-funcionarios-da-vale-presos-pela-tragedia-de-brumadinho.shtml


3. https://www.terra.com.br/noticias/brasil/cidades/prefeitura-de-sp-foi-avisada-de-risco-em-viaduto-que-cedeu-na-marginal-do-pinheiros,e6ee56678ec38c524a5da21e0a5e9ca6cz49mdih.html


4. https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/noticia/2019/02/07/trecho-da-ciclovia-tim-maia-desaba-com-temporal-no-rio.ghtml


27 visualizações

© 2020 por FELIPE SCHADT.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now