top of page
  • Felipe Schadt

Dando nome aos bois



> Depois do que vimos no último domingo, lá em Brasilia, é importante que nomeamos as coisas da maneira correta para que a gente não caia no erro de confundir alhos com bugalhos. Pois como já diria o poeta "uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa, e vice e versa".


Quem invade as sedes dos três poderes da República usando da violência e da força bruta para intimidar as pessoas para defender uma causa ou ideologia e causar terror na sociedade é TERRORISTA.


Quem deliberadamente destrói bens públicos ou privados, como monumentos históricos, obras de arte ou de valor é VÂNDALO.


Quem não aceita os resultados de uma eleição democrática e fica na frente de quartéis pedindo intervenção militar e golpe de estado é GOLPISTA.


Quem se opõe à democracia e às instituições republicanas que trabalham para mantê-la é ANTIDEMOCRÁTICO.


Quem se apropria de símbolos nacionais como a bandeira, a camisa da seleção Brasileira, hino nacional entre outros - que pertencem a todos os brasileiros -, para representar a ideologia de um grupo específico que não representa a maioria é USURPADOR.


Quem destrói patrimônio histórico nacional, envergonha a nação perante o mundo inteiro e comete crime contra o próprio país demonstrado não amar a pátria é ANTIPATRIOTA.


Quem se diz patriota e comete atos de antipatriotismo é HIPÓCRITA.


Quem comete crime é CRIMINOSO.


Quem faz esforço para encontrar supostas mensagens que não existem em postagens do ex-presidente Jair Bolsonaro é ILUDIDO.


Quem tenta convencer outras pessoas de que essas mensagens são reais é MAL-INTENCIONADO.


Quem não acredita nos fatos é NEGACIONAISTA.


Quem acredita em qualquer notícia sem verificar as fontes é IGNORANTE.


Quem espalha fake news de maneira deliberada é MAU-CARÁTER.


Quem ainda acredita em Bolsonaro é FANÁTICO.


Quem apoia terrorismo, vandalismo, atos golpistas e antidemocráticos, usurpadores, antipatriotas, hipócritas, criminosos, iludidos e mal-intencionados, negacionismo, ignorância, mau-caratismo e fanatismo que vimos acontecer nesses últimos dois meses é CÚMPLICE.


Quem financia tudo isso é OPORTUNISTA.


Agora responde pra mim: quem são todas essas coisas que enumerei aqui? Quem foram as pessoas que promoveram o terror no último domingo em Brasilia? Quem foram os vândalos? Quem são os golpistas? Quem foram os que, até mesmo antes das eleições, já tentavam colocar em risco nossa democracia? Quem são os homens e mulheres que roubaram nossas símbolos nacionais para eles? Quem são os que atentam contra a própria nação e, na maior hipocrisia do mundo, se acham os bastiões do patriotismo? Quem foram as pessoas que cometeram vários crimes contra a nação, materializados no último domingo? Quem são os que gostam de ser iludidos e de iludirem num claro ato de má intenção? Quem são as pessoas que vivem negando os fatos? Quem são as pessoas que acreditam em notícias falsas sem se dar ao trabalho de verificar, vivendo na conveniência da pós-verdade? Quem são os que espalham mentiras pelos grupos de WhatsApp, Instagram, Facebook, YouTube de maneira deliberada e na frente de todo mundo? Quem são as pessoas que transformaram Bolsonaro em um mito e sustentam essa condição? Quem são as pessoas que ainda apoiam e fazem coro a tudo isso? Quem são as pessoas que pagam para que tudo isso continue a acontecer?


Eu sei a resposta. E eu sei que você também sabe. Qual é o nome que damos para essas pessoas?


No tocante a essa questão aí, vou deixar você mesmo responder, tá ok?


Conhecimento é conquista. -FS



252 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page